Esta obra surgiu da necessidade de avaliar realidades actuais e procurar respostas, na perspectiva da interligação verificada entre a crise social e a crise ambiental. Emergiu da perspectiva de que a realidade social (como a natural) não é nem será nunca estática. E de que a actual globalização económica é insustentável, em termos ambientais e sociais: não considera a interligação estreita entre a humanidade e o ambiente natural (que formam um todo e como um todo têm de evoluir) e menospreza dinâmicas sociais (não dá resposta às necessidades básicas de cada ser humano, nem às suas necessidades de realização), ao assentar num modelo redutor de crescimento económico. Estamos hoje, avaliou-se, perante um ponto de bifurcação. A nossa sociedade decai, nas armadilhas da crise actual (social e ambiental), ou emerge em novas formas de ordem. São necessárias mudanças, que se esboçam, a pensar e implementar. Assumindo a actual orientação possível, concluiu-se, de sociedades sustentáveis e solidárias. Inclui entrevistas a: Cristovam Buarque, Eugénio Rosa, Pedro Ferraz de Abreu, Rogério Roque Amaro, Sony Kapoor e Viriato Soromenho-Marques. Edgar Silva é deputado na Assembleia Legislativa Regional da Madeira, nasceu em 1962 no Funchal, onde estudou até ao final do 11º ano. Em 1980-82 frequentou o Seminário de Almada tendo, depois, estado no Seminário dos Olivais (Lisboa) e na Universidade Católica Portuguesa (Lisboa), onde fez a licenciatura em Teologia e frequentou o curso de mestrado em Teologia Sistemática, concluído em 1987. Quando, nesse ano, regressou ao Funchal, foi nomeado para a equipa de coordenação do Seminário do Funchal. Foi professor de Teologia na Univerdade Católica Portuguesa, delegação do Funchal, responsável pelo MAC - Movimento de Acção das Crianças, na Madeira e, entre 1987-1994, foi Assistente dos Movimentos da Acção Católica (Movimentos dos Educadores Católicos, Movimentos dos Estudantes Católicos). Em 1993 foi nomeado pela Conferência Episcopal Portuguesa para o cargo de Assistente Nacional do MCE (Movimento Católico de Estudantes), em Lisboa. Em 1996 regressou à Madeira como objector de consciência para o cumprimento do serviço cívico no trabalho com crianças de rua e foi candidato independente nas listas da CDU à Assembleia Legislativa Regional da Madeira, tendo sido eleito deputado regional pela primeira vez. Sofia Gomes Vilarigues, nascida a 1 de Novembro de 1971, natural de Paris - França, licenciada em Engenharia do Ambiente pela Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa. É consultora na área do ambiente e, no campo do jornalismo ambiental e social, tem colaborado com diversas publicações, tais como Fórum Ambiente, Cadernos de Educação Ambiental, Ozono, Ambiente 21, Água e Ambiente, Escola Informação, Mais Ambiente, Contacto Verde (edição), Jornal Quercus Ambiente.

  • Formato: PDF
  • Protección: Adobe DRM
  • Limitaciones: Copiar y Pegar: Prohibido / Imprimir: Permitido
  • Editorial: ANTAGONISTA EDITORA
  • Paginas: 185
  • Edición: 2011
  • Idioma: Portugués
  • ISBN 9789898336224

Ultimos vistos

El blog de boutique

La imprenta mayúscula para primeros lectores

Acompañar el desarrollo de las competencias de un primer lector implica considerar especialmente los disti.. Seguir Leyendo
Desarrollado integral del sitio: TAP